Filmes de qualidade ligados à magia e ao sobrenatural, que nos façam refletir e sonhar.
Bem-vindo à seção Vídeo Zen. Todo mês, dicas transcendentais de filmes em VHS e DVD pra você se abastecer em sua locadora favorita.

Uma Verdade Inconveniente
Al Gore tentou se eleger presidente dos Estados Unidos no ano de 2000, sendo derrotado de forma questionável por estreita margem de votos por George Bush, numa decisão que até hoje causa polêmica.
Ao invés de chorar pelo leite derramado – ou mesmo roubado – Al Gore, que já tinha sido vice-presidente, abraçou uma causa que considerava maior, bem maior que simplesmente governar o país mais poderoso do mundo: alertar sobre as conseqüências do aquecimento global em nosso planeta, um caminho já em curso – detonado pela insensibilidade e exploração desenfreada de recursos naturais - que já está mudando radicalmente nosso modo de viver.
Cientistas são unânimes: a quantidade crescente de dióxido de carbono na atmosfera da Terra aliada ao desmatamento de florestas tem provocado enchentes, furacões, derretimento das geleiras nos pólos e alterações climáticas radicais em todos os países. Tudo culpa do ser humano, de suas atividades predatórias e de uma exagerada dependência do petróleo e seus derivados como principal fonte de energia. E a tendência é piorar.
Idealizado e apresentado por Al Gore, o documentário “Uma Verdade Inconveniente” traz para tela o mesmo conteúdo do seu livro, lançado em 2006: fatos abundantes das transformações climáticas e ambientais que já estão em curso mudando a atmosfera da Terra e a vida de seus habitantes:
- O número de furacões quase dobrou nesta década em relação aos últimos 30 anos;
- O derretimento das geleiras da Groelândia e da Antártida estão aumentando o nível dos oceanos perigosamente, ameaçando cidades litorâneas em todo mundo;
- Centenas de espécimes de animais sofrendo com o aquecimento, já estão instintivamente migrando para os pólos;
- Milhões de espécies de plantas e animais poderão estar extintos até 2050 se nada for feito;
- 300 mil pessoas tem morrido em média por ano devido às intensas ondas de calor;
- O abastecimento regular de água potável estará seriamente comprometido em 30 anos, o que pode nos levar ao racionamento e até mesmo a guerras por água potável.
Para muitas correntes esotéricas, tais catástrofes seriam um prenúncio de fim de mundo, da chegada do Apocalipse. Muitas delas se baseiam no calendário Maia que estabelece para o ano de 2012 o fim de um ciclo para o nosso planeta. O bom é que também indica o começo de outro. Independentemente do que cada um acredita, o filme soa como um alerta para que novas fontes de energia, novos modelos de negócios, novos hábitos de consumo sejam imediatamente postos em prática para evitarmos o pior.
Com perfeita escolha de imagens, edição inteligente e boa música, o filme consegue passar a mensagem de forma agradável, a despeito da seriedade do tema. “Uma Verdade Inconveniente” ganhou o Oscar de Documentário de Longa-metragem em 2007 e também o de melhor canção,
“I need to wake up”, na voz da cantora Melissa Etheridge.
No último dia 12 de maio, Al Gore esteve no Brasil onde deu prosseguimento aos preparativos para o Live Earth , uma série de sete shows musicais que ocorrerão em 7 de julho deste ano em cada um dos continentes do planeta, durante 24 horas. Haverá eventos em Londres, Hong-Kong, Alemanha, China, África do Sul, Japão, entre outros. O Brasil será o único país onde os shows serão gratuitos, ocorrendo na praia de Copacabana no Rio de Janeiro. Aqui são esperados Lenny Kravitz, Snopp Dog, Gilberto Gil e Jennifer Lopez. A idealização do evento foi da entidade ambiental Save Our Selves, SOS.
A conscientização não pára por aqui. Lembre-se. Somos todos responsáveis pelo que ocorre em nosso planeta. Abaixo, alguns sites mostram que já há muito sendo feito para que a Terra possa continuar linda e habitável: http://www.liveearth.org - www.planetasustentavel.com.br
“Uma Verdade Inconveniente/An Inconvenient Truth”. DVD. 2006. 100 minutos.