Filmes de qualidade ligados à magia e ao sobrenatural, que nos façam refletir e sonhar.
Bem-vindo à seção Vídeo Zen. Todo mês, dicas transcendentais de filmes em VHS e DVD pra você se abastecer em sua locadora favorita.

O Fabuloso Destino de Amélie Poulan

Ambientado em Paris, com uma fotografia carregada de cores quentes, trilha sonora alegre, e uma narrativa no estilo realismo fantástico, O Fabuloso Destino de Amélie Poulan cativa desde o início como um filme “diferente”.

Muito desta sensação vem da personagem principal, Amélie. Desde a infância é mostrada como uma menina incomum, com uma visão do mundo um tanto peculiar. O que seria um acontecimento banal para a maioria das pessoas, na mente de Amélie se torna extraordinário, como, por exemplo, as tentativas de seus peixinho dourado em se suicidar.

Tendo perdido a mãe de modo trágico e absurdo, Amélie cresce sem grandes proximidades com o pai, e sempre recorrendo à imaginação para tornar a vida mais interessante. Começa a trabalhar como garçonete e passa a morar sozinha num apartamento alugado.
Certo dia, ela encontra uma caixinha escondida no rodapé da parede. Percebe que contém objetos pessoais da infância do antigo locatário. Sonhadora, começa a pensar em como o dono da caixa gostaria de reaver estes objetos, que um dia significaram muito.
A vida aparentemente vazia, rotineira da moça, alimentada apenas por seu otimismo e imaginação delirante, súbito, ganha novo impulso. Amélie passa a ajudar as pessoas, conhecidas, estranhas, a conseguirem pequenas coisas que as possam fazer felizes.
Nessa jornada do bem, acaba por se apaixonar. Será que ela conseguirá ajudar a si própria a conquistar um amor?
O filme concorreu a 5 Oscars, incluindo Melhor Filme Estrangeiro e Melhor Roteiro Original e Melhor Direção de Arte. A despeito de não ter levado nenhuma estatueta, encantou multidões pelo mundo graças à narrativa diferente e ao carisma da personagem principal, interpretada pela atriz francesa Audrey Tautou, que mais tarde participou ao lado de Tom Hanks do filme O Código da Vinci.

2001. França. 120 minutos.