Filmes de qualidade ligados à magia e ao sobrenatural, que nos façam refletir e sonhar.
Bem-vindo à seção Vídeo Zen. Todo mês, dicas transcendentais de filmes em VHS e DVD pra você se abastecer em sua locadora favorita.

Como Água para Chocolate

Baseado no livro do mesmo nome da autora mexicana Laura Esquivel, “Como Água para Chocolate” é uma fábula sobre amor com forte presença do sobrenatural. Laura também escreveu o roteiro, ficando a direção a cargo de seu marido Alfonso Arau, o mesmo de
“Caminhando sobre as Nuvens”, com Keanu Reeves.
O filme conta a estória de uma jovem que, impedida de se casar com sua alma gêmea, sublima suas emoções – tanto boas quanto más - através do preparo da comida.
O filme se passa no México, na década de 30 do século passado. A jovem Tita nutre um amor ardente por Pedro, no que é correspondida. No momento em que Pedro pede a mão da moça à família, vem à tona uma antiga tradição que condena a irmã mais jovem a nunca se casar para ficar tomando conta da mãe, até que esta morra.

Como resultado desta estranha tradição, a família de Tita oferece a mão de Rosaura, sua irmã mais velha. Pensando em ficar sempre perto da amada, Pedro surpreendentemente aceita Rosaura como sua esposa. Para piorar, Tita é encarregada pela mãe de preparar a festa.
Diante do caldeirão fervendo, preparando a comida, Tita sente as mais variadas emoções – paixão, ódio, desesperança. Ao final da festa de casamento, um estranho fenômeno: todos os sentimentos de Tita se manifestaram nos parentes, conhecidos e estranhos que foram ao casamento e provaram de sua comida. A moça então se descobre com uma rara habilidade, a de influenciar os sentimentos das pessoas por meio de seus deliciosos pratos.
E como tudo o que a moça quer é ficar com seu amado, ela usa este singular dom para manifestar sua raiva com a família, sua paixão com Pedro, ou sua tristeza com a irmã.
Belíssimo filme, que nos põe em contato com velhas tradições mexicanas e espanholas, com elenco desconhecido e temática bem ao gosto do realismo fantástico, adotado por tantos escritores latinos, entre os quais Gabriel Garcia Márquez. O filme envolve desde o início, e é um convite ao sonho, à reflexão, ao riso ao longo da jornada de Tita e Pedro.
105 minutos - DVD -1993