Reencarnação
Está no Evangelho: “Ora, havia um homem, entre os Fariseus, chamado Nicodemos, senador dos Judeus, que foi à noite encontrar Jesus e lhe disse: - Mestre, sabemos que vieste da parte de Deus para nos instruir como um doutor; porque ninguém poderia fazer os milagres que fazeis, se Deus não estivesse com ele.Jesus lhe respondeu: - Em verdade, em verdade vos digo: Ninguém pode ver o reino de Deus se não nascer de novo . Nicodemos lhe disse: - Como pode nascer um homem que já está velho? Pode ele entrar no ventre de sus mãe, para nascer uma segunda vez? Jesus lhe respondeu: Em verdade, em verdade vos digo: Se um homem não renascer da água e do Espírito, não pode entrar no reino de Deus. O que é nascido da carne é carne, e o que é nascido do Espírito é Espírito. Não vos espanteis do que eu vos disse, que é preciso que nasçais de novo . O Espírito sopra onde quer, e ouvis sua voz, mas não sabeis de onde ele vem e para onde ele vai. Ocorre o mesmo com todo o homem que é nascido do Espírito.
Nicodemos lhes respondeu: - Como isso pode se dar? Jesus lhe disse: - Que! Sois mestre em Israel e ignorais essas coisas? Em verdade, em verdade vos digo que não dizemos senão o que sabemos, e que não testemunhamos senão o que vimos; entretanto, vós não sabeis nosso testemunho. Mas se não me credes quando vos falo das coisas da Terra, como crereis quando vos falar das coisas do céu? (João, cap.III,v. 1 a 12).”
O corpo é apenas uma vestimenta que o espírito utiliza para manifestar-se no plano material. A finalidade é adquirir qualidades para sua alma evoluir, vida após vida ao longo da eternidade. Em cada Reencarnação o espírito utilizará um corpo diferente.
Para a vida eterna não interessa o tempo, mas o aperfeiçoamento da alma. Se a pessoa incidir num erro, nem que seja em várias vidas, situações análogas vão ocorrer até haver uma resolução perfeita da questão. Isto corresponde a saldar carmas, a aprender e não mais incorrer no erro. Isto é evoluir. O homem é um somatório dos egos vividos. O milagre da vida eterna muda conceitos de vida e morte, de racismo e relacionamentos familiares ou cármicos, e permite o encontro do ser integral com a sua missão evolutiva.