Mônada

Teoria filosófica de Leibniz, e princípio espiritualista teosófico, onde a Mônada Suprema, Deus, se transformou em mônadas que são a essência das almas que se espalharam em todos os planos do Universo no processo de criação.

É a centelhada criação, a partícula atômica que compõe a alma imorredoura. Ao individualizar-se o homem adquire consciência e seu corpo espiritual imortal, onde a mônada como síntese de sua alma, habitará até a eternidade quando se juntará de volta à Mônada Superior.

LEIBNIZ E AS MÔNADAS
Cada Mônada representa todo o universo; mas, mais especificamente, corresponde a um corpo, do qual é a enteléquia . Assim, a Mônada apresenta-se como nossa alma, pois nosso corpo é uma expressão do universo e com ele mantém conexão, sendo somente uma representação monadal.

"A mônada percebe, embora não perceba senão em si mesma o objeto da sua percepção. Tem percepções obscuras que não chegam até a consciência e tem percepções distintas, que são sentimentos; possui, no homem, princípios de raciocínio que são princípios de conhecimento: o princípio de razão suficiente e o princípio de contradição. Este permite distinguir o verdadeiro do falso e aquele, elevar-se a uma razão última das coisas que é Deus, substância suprema... única, universal e necessária... "