Mantras

A palavra mantra é composta pelas sílabas man (mente) e tra (entrega), em sânscrito, antigo idioma da Índia.
Tem origem nos Vedas, livros sagrados indianos compilados pela primeira vez em 3000 a.C.
Essas escrituras compõem-se de 4 mil sutras, das quais foram extraídos milhares de mantras, que atribuíam características relacionadas aos deuses, como amor, compaixão e bondade.
Como o som é uma vibração, pronunciar ou ouvir os mantras cotidianamente é, para os hindus, a forma de ativar as qualidades divinas, abrindo as mentes e os corações para os planos superiores.
Os mantras fazem a mente ser receptiva às vibrações muito subtis e, aumentam sua percepção e a sua recitação erradica as negatividades.
O som dos mantras exerce um poderoso efeito sobre o corpo e a mente, acalma-nos e dá-nos prazer. O som do mantra pode tranquilizar a mente e os sentidos, relaxar o corpo e ligar-nos com uma energia natural e curativa.
A recitação do mantra afasta-nos da realidade da fala e do som encontrados no cotidiano, faz com que a confusão do aspecto da fala de nosso ser seja transformada numa consciência iluminada.

Um mantra é um instrumento concentração e por isso um recurso do poder mental, o seu efeito depende da atitude da mente.

Frases poderosas
"Os mantras nasceram na Índia e foram adotados por todas as religiões que de lá se espalharam pelo mundo. Há várias linhagens do budismo chinês, tibetano, japonês e coreano que usam essas frases rítmicas. Porém a palavra entrou na linguagem corrente para designar os sons repetidos que levam a um estado de meditação", explica Edmundo Pellizari, professor de teologia de São Paulo.
Esse efeito tranqüilizante pode ser resultado de orações como a ave-maria, o pai-nosso e a glória-ao-pai, no rosário católico.
"Elas são as correspondentes cristãs dos mantras", explica Moacir Nunes de Oliveira, professor do departamento de teologia da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo. Maior similaridade com os mantras é encontrada no terço bizantino, em que a ave-maria é substituída por uma frase curta (como "Jesus, curai-me").

Fonte: www./bonsfluidos.abril.com.br

Remoção de obstáculos e proteção

  • Para remover os mais difíceis obstáculos do caminho, como riscos de ser assaltado, de brigar ou sofrer acidentes, Tattwa recomenda a repetição do mantra “Om Gan Ganapataye Namaha” (pronuncia-se om gam ganapataie namarra).
  • Outro mantra infalível para quem busca proteção, segundo Tattwa, é
    “Om Dum Durgayei Namaha” (pronuncia-se om dum durgaie namarra).

Paz e equilíbrio

  • Para acalmar a mente em situações de muita raiva, um mantra curtinho, simples de pronunciar e muito eficaz é “Soham” (pronuncia-se Sorram).
  • O mais fácil de todos e não menos poderoso é o mantra “Om” (pronuncia-se Aum). Propicia proteção em vários níveis, calma e purificação dos pensamentos.

    Fonte: Tattwaratnananda Saraswaty - www.tattwayoga.com.br

Home/ Livros / Cursos/ Loja /Trilhas Astrais /Almanaque/Jogos

Direito Reservados P.Jota Produções