Os Caminhos da Alma
Dúvidas e questionamentos sobre este grande carma da humanidade: a morte. O que acontece depois da morte física?
A pessoa quando morre passa para um outro plano, o Plano Astral. É o plano dos sonhos e através deles podemos “ ver e nos comunicar", pois quando sonhamos ficamos com a mesma densidade do plano
.
O Plano Astral é um local de recuperação da pessoa, ainda com a personalidade vivida na última encarnação. Lá, trabalha o desapêgo ao plano físico, se cura de vícios adquiridos e se prepara para a jornada da alma. Sabe-se concretamente da existência deste plano pela comunicação que os “ mortos” fazem com os vivos, através de médiuns e psicografia ou sonhos.
Um exemplo inconteste, foi vivenciado pelo médium Chico Xavier, que captou uma psicografia de uma pessoa que havia sido assassinada e descreveu o assassinato em detalhes o que ajudou a polícia a encontrar o verdadeiro culpado e soltar a pessoa erroneamente presa. Isto foi aceito em Tribunal formando Jurisprudência.

Quando preparada, a pessoa passa para o Plano Mental Inferior, onde cria com o pensamento o que lhe seria ideal, terminando assim com as frustrações. Ainda com a forma física da personalidade vivida, embora mais tênue, energiza deste plano quem está na Terra transmitindo seus conhecimentos e talentos, dando inspiração. A seguir sua forma se dilui em mera energia e passa para o Plano Mental Superior, onde se integra no Inconsciente Coletivo absorvendo e contribuindo com seus conhecimentos o progresso da humanidade.
A partir daí passa para os Planos Espirituais, onde primeiro enfrenta o Juizo Final no Plano Manas, onde avalia o que fez, tem consciência de todas as vidas que já viveu na Terra e faz um projeto da próxima existência, onde tentará resolver os carmas adquiridos e melhorar para sua evolução. Então, percorre os outros Planos Espirituais em dormência até voltar a reencarnar numa próxima vida.
O curioso é que a Mandala ( destino) que é a Roda da Vida com as 12 casas do zodíaco, tem continuidade , sem pular nunca uma casa. Se numa vida foi Áries, na outra será Touro e assim por diante para ter as características de personalidade de todos os signos. Segundo uns puristas, a vida física continua sempre, sendo o mapa natal o mesmo de sua última morte.
Isto nos conscientiza que fizemos a história da humanidade em outras vidas, protagonizando diversos papéis: reis, rainhas, vilões, servos, camponeses, ladrões, soldados, gladiadores, padres, monges, índios, homens ou mulheres de todas as raças e religiões o que torna um absurdo qualquer tipo de preconceito, discriminação ou fanatismo religioso.
A consciência de que renasceremos e que a Terra será nosso lar, obriga a atitudes hoje para encontrar a nossa casa limpa e com qualidade de vida daqui a 50/100anos. Nada de argumentar que “ quando acontecer o aquecimento Global não estarei mais aqui!” Na realidade todos voltaremos.