CARONA DO OUTRO MUNDO

Esta história aconteceu em 1958 e me foi narrada por P.A.R que jamais vai esquece-la.

" Vinha eu dirigindo meu carro novo, feliz, sem pensar em nada.
Antes de entrar num túnel uma simpática velhinha, com gestos me pediu carona.
Fora do meu padrão, mas considerando a idade da senhora, cerca de 80 anos, e sua semelhança com uma tia já falecida, parei o carro.
A senhora se acomodou no banco traseiro e, muito simpática e faladeira, contou fatos que tinham direta ligação com minha vida.
Já apavorado, quase bati o carro .
Quando depois de fazer algumas previsões e conselhos para o futuro disse:
- Bem, agora eu fico por aqui.
Me virei para abrir a porta e qual não foi o meu espanto de ver que a velhinha havia desaparecido! Tremendo parei o carro e aí sim, quase desmaiei porque estava em frente ao portão principal do Cemitério..."


Direito Reservados P.Jota Produçõe