ANJO DA GUARDA

Fato narrado por Fernanda Fazolli de Albuquerque - SP

" Num dia normal, estava na rua quando comecei a me sentir mal. Aflita tentei pegar um táxi.
Os que passavam estavam sempre ocupados.
Já em pânico rezei para sair dali e voltar para casa.
Surgiu um homem do meu lado e gentilmente, apesar de sua aparência simples, fez sinal para um ônibus, que parou fora do ponto, e comigo entrou na condução.
Constatei surpresa ser uma condução que passaria em frente à minha casa, olhei para o homem e perguntei:_
"Quem é o senhor?"
Ele apenas sorriu.
Quando estava praticamente no meu destino, dei o sinal para sair.
Ele me ajudou a descer do ônibus, descendo também.
O ônibus partiu e quando fui agradecer ao homem ele havia desaparecido!"

Direito Reservados P.Jota Produçõe